Loja
Telefone+55 11 4025-3000
Universidade da Inteligência

Lições de um Visionário

Lições de um Visionário

Lições de um Visionário
Compreender os padrões comportamentais de grandes realizadores ajuda a identificar pontos comuns que poderão ser aprimorados por cada um de nós. Em Medicina Comportamental chamamos de modelagem. Convido você a ler atentamente as recomendações seguintes, feitas por um dos maiores estadistas da história.

Um especialista em pessoas, focado no desenvolvimento humano, conciliação social e na superação. Desconsiderando os argumentos a favor de um texto afirmativo recomendado tanto pela Programação Neurolinguística como pela Tecnologia de mudança comportamental, acredito que apesar da negativa do início da frase a sabedoria contido nelas é atemporal!

Não criarás a prosperidade se desestimulares a poupança!
Não fortalecerás os fracos por enfraqueceres os fortes!
Não ajudarás o assalariado se arruinares aquele que o paga!
Não estimularás a fraternidade humana, se alimentares o ódio de classes.
Não ajudarás os pobres se eliminares os ricos!
Não poderás criar estabilidade permanente baseado em dinheiro emprestado!
Não evitarás as dificuldades se gastares mais do que ganhas!
Não fortalecerás a dignidade e o ânimo se subtraíres do homem a iniciativa e a liberdade!
Não poderás ajudar aos homens de maneira permanente se fizeres por eles aquilo que eles podem e devem fazer por si próprios!

Fiquei impressionado ao reler depois de tantos anos esse texto. Seu autor foi nada menos que Abraham Lincoln. Um homem que lutou pela liberdade e igualdade entre os seres humanos.

Considerado um dos maiores estadistas do mundo moderno, esse presidente americano teve uma ousadia tamanha, que resultou por fim em seu assassinato. Escolhas e caminhos. Penso que ele não sonhava com a eternidade, porém sua sabedoria e sua competência se tornaram imortais Realmente num momento em que vejo mais que nunca discursos e posicionamentos políticos e sociais tão antagônicos a esses conceitos, espero que essas palavras possam ecoar.

Não são as minhas sugestões. Compartilho apenas a percepção do homem que conduziu e superou um dos maiores conflitos internos de um país, uma guerra cível, a guerra da Secessão. Caso você também veja nessas recomendações de Lincoln, algo relevante para que possamos aprender com a história, convido a compartilhar e discutir sobre esse tema. Podemos mais que nunca fazer parte da solução. E não acredito que um discursos ou postura que estimula encontrar culpados construa uma solução durável. Ela é mais trabalhosa e árdua, porém é possível encontrar a solução para os conflitos.

Sempre há um caminho, basta ter coragem, ousadia e determinação para encontrá-lo. Esse texto fez com que eu pudesse repensar alguns conceitos e posicionamentos, espero que também faça o mesmo por você.